Bolsonaro cumprimenta Biden e divulga carta enviada ao novo presidente

20/01/2021

Joe Biden tomou posse nesta quarta em Washington

(Brasília - DF, 26/11/2020) Palavras do Presidente da República, Jair Bolsonaro.
Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro cumprimentou Joe Biden pela posse como novo presidente dos Estados Unidos (EUA) em publicação postada nas redes sociais na tarde desta quarta-feira (20). Horas mais cedo, Biden foi empossado no cargo em uma cerimônia ocorrida em Washington, capital norte-americana, tornando-se o 46º presidente do país, sucedendo Donald Trump. 
  
"Cumprimento Joe Biden como 46º Presidente dos EUA. A relação Brasil e Estados Unidos é longa, sólida e baseada em valores elevados, como a defesa da democracia e das liberdades individuais. Sigo empenhado e pronto para trabalhar pela prosperidade de nossas nações e o bem-estar de nossos cidadãos", postou Bolsonaro, que também divulgou, na publicação seguinte, uma carta enviada ao novo presidente dos EUA, na qual o líder brasileiro fala em aprofundar as relações entre os países. 

"É minha convicção que, juntos, temos todas as condições para seguir aprofundando nossos vínculos e agenda de trabalho, em favor da prosperidade e do bem-estar de nossas nações", diz Bolsonaro em um trecho da carta. "Ao desejar a vossa excelência pleno êxito no exercício de seu mandato, pelo que aceite, senhor presidente, os votos de minha mais alta estima e admiração", acrescentou. 

Jair M. Bolsonaro
 
@jairbolsonaro

 

Cumprimento Joe Biden como 46º Presidente dos EUA. A relação
 
🇧🇷
e
 
🇺🇸
é longa, sólida e baseada em valores elevados, como a defesa da democracia e das liberdades individuais. Sigo empenhado e pronto para trabalhar pela prosperidade de nossas nações e o bem-estar de nossos cidadãos

Comércio, meio ambiente e segurança  

Na carta a Biden, Bolsonaro cita sua admiração pelos Estados Unidos e enumera temas que ele considera prioritários na atual agenda bilateral. 

"No campo econômico, o Brasil, assim como empresários de nossos países, tem interesse em um abrangente acordo de livre comércio, que gere mais empregos e investimentos e aumente a competitividade global de nossas empresas. Já temos como base os recentes protocolos de facilitação de comércio, boas práticas regulatórias e combate à corrupção, que certamente contribuirão para a recuperação de nossas economias no contexto pós-pandemia". 

Sobre a questão ambiental, Bolsonaro mencionou, na carta, a renovação das metas do país no Acordo de Paris e pediu diálogo, especialmente na questão energética.  

"Estamos prontos, ademais, a continuar nossa parceria em prol do desenvolvimento sustentável e da proteção do meio ambiente, em especial a Amazônia, com base em nosso Diálogo Ambiental, recém-inaugurado. Noto, a propósito, que o Brasil demonstrou seu compromisso com o Acordo de Paris com a apresentação de suas novas metas nacionais. Para o êxito do combate à mudança do clima, será fundamental aprofundar o diálogo na área energética". 

Imagem

Comente

Governo Fátima deixa de entregar 2 mil doses de vacina contra covid a municípios

20/01/2021

Covid-19

Elisa Elsie/Governo do RN

Os municípios do Rio Grande do Norte receberam cerca de 2 mil doses a menos do que deveriam no primeiro lote de vacinas contra a covid-19. 

De acordo com nota técnica divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), aproximadamente 4 mil doses recebidas pelo RN por meio do Ministério da Saúde poderiam deixar de ser utilizadas pelo que chamou, inicialmente, de “perda operacional”. 

Em um processo de vacinação, a perda na operação está relacionada ao risco de ocorrências que podem ocasionar falhas ou inadequação da vacina. 

De acordo com a 98 FM, a Sesap informou que, na realidade, não houve a distribuição total das doses, e que a Secretaria decidiu fazer uma “reserva operacional” das doses; ou seja, das 41.220 doses que deveriam ter sido encaminhadas aos municípios do RN para a primeira aplicação, somente 39.251 foram enviadas. 

Em nota, a secretaria explicou que essa quantidade reservada, que chega a 5% do total de doses, é estabelecida em normas técnicas do Governo Federal. Ainda segundo a Sesap, se a perda prevista não ocorrer, as doses reservadas serão encaminhadas aos municípios posteriormente. 

Confira a nota na íntegra: 

NOTA 

Natal (RN), 19 de janeiro de 2021 

A Secretaria de Estado da Saúde Pública esclarece que esse valor de perda operacional é estabelecido em norma técnica tanto federal, conforme pode ser consultado no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, como estadual, e que no próprio transporte realizado pelo Ministério da Saúde pode ocorrer. 

Sesap destaca que mesmo sendo considerada, essa perda pode não acontecer, o que permitirá ampliar a distribuição das doses e mais pessoas que estão previstas como prioridade nessa primeira etapa da fase 1 podem ser vacinadas. 

É importante também esclarecer que uma perda operacional pode se dar pela quebra de algum frasco do imunobiológico em caso de transporte inadequado, por acidente em alguma sala de vacina resultando em quebra de frasco, ou em decorrência de oscilação da temperatura de armazenamento, inviabilizando o uso das doses. 

Este percentual em estoque, indicado pelo Programa Nacional de Imunização, torna-se imprescindível para que se possa repor as doses que por ventura possam ser “perdidas”, visando garantir a vacinação do público estimado nesta etapa. Cabe lembrar ainda que o sistema RN+ Vacina prevê o monitoramento e auditoria da perda técnica de imunobiológicos para a Covid-19. 

Fonte: 98 FM Natal 

Comente

Mãe lactante é presa por tráfico de drogas e vai ser encarcerada com bebê de 8 meses em Natal

20/01/2021

Suspeita vai ser transferida para pavilhão feminino do Complexo Penal Dr. João Chaves, que conta com berçário. Conselho Tutelar determinou que ela não foss

Por G1 RN e Inter TV Cabugi

Mulher foi detida e ficará com filho de 8 meses na cadeia — Foto: Reprodução

Mulher foi detida e ficará com filho de 8 meses na cadeia — Foto: Reprodução

Uma mulher de 37 anos foi presa em flagrante na noite de terça-feira (19) no município de Montanhas, no interior do Rio Grande do Norte, e levada para a Central de Flagrantes, em Natal, onde precisou passar a noite antes de ser encaminhada para o sistema penitenciário. Por ser mãe de um bebê de oito meses, que ainda amamenta, o Conselho Tutelar determinou que ela não fosse separada do filho. 

"A criança era lactente. Então, nós não podemos separar o bebê da mãe nesse momento. Ela tem três filhos e foi levada com a criança até o Conselho Tutelar. O de 9 anos e o de 14 ficam com o conselho enquanto ela permanece presa, para entregar a guarda para alguém da família", explicou o delegado Frank Albuquerque. 

"Mas o bebê, eles não aceitaram. O bebê tinha que acompanhar a presa". 

Assim, o bebê precisará ficar com a mãe na detenção. De acordo com a Polícia Civil, a mulher será levada para o Centro de Detenção Provisória Feminino de Parnamirim e em seguida será transferida para cumprir pena no pavilhão feminino do Complexo Penal Dr. João Chaves, na Zona Norte de Natal, que conta com berçário com capacidade para quatro bebês. 

"É um procedimento que existe em todo o Brasil para mulheres que são presas com crianças em estado de amamentação", disse o delegado Frank Albuquerque. 

A mulher foi presa em flagrante em uma ação da Polícia Civil na cidade de Montanhas, distante 103 quilômetros de Natal, e vai responder por tráfico de drogas e associação para o tráfico. 

 

Na casa em que ela e outros suspeitos foram detidos, havia drogas e armas de fogo que foram apreendidas pelos policiais. 

Comente

Justiça Federal determina que Prefeitura de Natal e Iphan restaurem antigo Hotel Central

20/01/2021

Prédio funcionou também como albergue do Município entre 2011 e 2013. Atualmente lugar é ocupado por famílias do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Fav

Por G1 RN

Antigo Hotel Central de Natal, antigo Albergue da Prefeitura de Natal, Ocupação Pedro Melo MLB Ribeira Rua Câmara Cascudo — Foto: Google Street View

Antigo Hotel Central de Natal, antigo Albergue da Prefeitura de Natal, Ocupação Pedro Melo MLB Ribeira Rua Câmara Cascudo — Foto: Google Street View

O juiz federal Ivan Lira de Carvalho, titular da 5ª Vara, determinou que a Prefeitura de Natal e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) restaurem completamente o antigo Hotel Central, prédio histórico da rua Câmara Cascudo, no bairro da Ribeira, zona Leste de Natal. O local também funcionou como abrigo municipal entre 2011 e 2013. 

A sentença do magistrado acolheu pedido formulado pelo Ministério Público Federal. Com isso, o Município e o Iphan devem apresentar em até 60 dias o cronograma de ações para o imóvel, que contemple desde o projeto executivo até a efetiva realização dos serviços. Ambos também precisarão vistoriar o imóvel até que ele seja completamente recuperado. 

Na ação, o MPF indicou que o prédio está contemplado com o PAC das Cidades Históricas. O investimento de R$ 610.400 foi feito há mais de cinco anos. 

Na decisão, o juiz citou que o edifício faz parte do Conjunto Arquitetônico, Urbanístico e Paisagístico do Município de Natal e que o prédio é atualmente ocupado por 16 famílias do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB). A ocupação é chamada de Pedro Melo. 

Uma audiência de mediação chegou a ser feita no Tribunal de Justiça do RN para a desocupação do prédio, mas a Prefeitura de Natal não avançou com as tratativas para reintegração de posse. Segundo a decisão do juiz Ivan Lira, isso "demonstra (por parte da Prefeitura de Natal) pouco compromisso com a solução do problema, com a continuidade da degradação do imóvel integrante do Centro Histórico de Natal". 

Comente

Ministério Público vai apurar casos de pessoas que se vacinaram sem estar nos grupos prioritários no RN

20/01/2021

Após denúncia de que servidores da prefeitura de Natal "furaram a fila" da vacina, MPRN informa que vai analisar se houve o cometimento de crime ou ato de imp

Por G1 RN

MPRN vai apurar casos de "fura fila" na vacinação contra a Covid-19 — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

MPRN vai apurar casos de "fura fila" na vacinação contra a Covid-19 — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

O Ministério Público do Rio Grande do Norte anunciou nesta quarta-feira (20) que vai apurar todos os casos de pessoas que receberam a vacinação contra a Covid-19 mesmo sem se enquadrarem nos grupos prioritários. Cada situação será analisada individualmente para se investigar se houve o cometimento de crime ou ato de improbidade. 

No primeiro dia de vacinação em Natal, houve a denúncia por parte do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Natal (Sinsenat) de que servidores da prefeitura de Natal "furaram a fila" e tomaram a vacina. A Secretaria Municipal de Saúde confirmou o "equívoco" e destacou que "apesar do respaldo legal e institucional, fica a partir de agora terminantemente suspensa a vacinação desse grupo de servidores, em função da quantidade reduzida de doses recebidas nesta etapa inicial". 

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap), esta primeira fase da vacinação no RN contempla profissionais de saúde que estejam na linha de frente de combate ao coronavírus e ainda idosos residentes em instituições de longa permanência. Em nota, o MPRN lembra que "alguns planos municipais autorizam a vacinação de outros grupos de pessoas, o que será observado de forma individualizada".

Para denunciar 

 

O MPRN disponibiliza o Disque Denúncia 127 para o recebimento de denúncias de crimes em geral. A identidade da fonte será preservada. As denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. 

Comente

Natal imuniza 3.914 profissionais de saúde em primeiro dia de vacinação contra Covid-19

20/01/2021

Vacinação começou nesta quarta-feira (20) na capital potiguar com quatro pontos de drive thru para trabalhadores da saúde que atuam diretamente no combate a

Por G1 RN

Primeiro dia de vacinação contra Covid-19 em Natal, RN. 20 de janeiro de 2021 — Foto: Divulgação

Primeiro dia de vacinação contra Covid-19 em Natal, RN. 20 de janeiro de 2021 — Foto: Divulgação

Natal imunizou 3.914 profissionais de saúde no primeiro dia de vacinação contra a Covid-19 na capital potiguar, nesta quarta-feira (20). As vacinas foram aplicadas em quatro pontos de drive thru na cidade: Arena das Dunas, Ginásio Nélio Dias, Shopping Via Direta e Palácio dos Esportes. 

A primeira vacina foi recebida pela técnica de enfermagem Ednalva Mauricio da Silva, de 54 anos, que trabalha na UPA Pajuçara e no Hospital Varela Santiago. A aplicação foi feita pelo prefeito Álvaro Dias (PSDB), que é médico. 

Os pontos de vacinação iniciaram suas atividades às 8h e seguiram abertos até às 17h. 

Natal recebeu 12.235 doses da vacina da CoronaVac neste primeiro lote. Por conta do número reduzido em relação ao que era esperado inicialmente, apenas os profissionais de saúde que estão na linha frente do combate à Covid-19 e idosos institucionalizados (que estão em abrigos ou dispensários) receberão a imunização na capital potiguar. 

Nem todos os profissionais da saúde conseguirão ser vacinados. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estima que o estado tenha cerca de 35 mil trabalhadores da área. 

O primeiro dia ficou marcado ainda pela denúncia do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Natal (Sinsenat) de que servidores municipais que não estão nos grupos prioritários receberam a vacina. 

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou que algumas pessoas que estão trabalhando em um dos pontos de drive thru abertos pelo município para a vacinação foram imunizadas. A Prefeitura de Natal também disse que os servidores vacinados eram integrantes das equipes envolvidas diretamente na campanha de imunização contra a Covid-19 - grupo que tem a imunização recomendada pelo Ministério da Saúde. 

"Apesar do respaldo legal e institucional, fica a partir de agora terminantemente suspensa a vacinação desse grupo de servidores, em função da quantidade reduzida de doses recebidas nesta etapa inicial", disse. 

O Ministério Público Estadual informou que vai investigar os casos denunciados de pessoas que furaram fila na vacinação. 

Quem pode se vacinar? 

Além dos idosos institucionalizados, que receberão as vacinas nos próprios abrigos, podem se vacinar os profissionais da saúde que estão no enfrentamento direto contra a Covid-19 em atividade em locais como as UPAs, Hospital Giselda Trigueiro, Hospital de Campanha, Pronto Atendimento Odontológico Morton Mariz, Maternidades públicas e privadas, prontos socorros públicos e privados, UTIs e os Centros de Enfrentamento à Covid-19 de Natal. 

Já nas unidades do Hospital Universitário (HUOL), Hospital Maria Alice Fernandes, Hospital de Pediatria Nivaldo Júnior e João Machado, somente serão vacinados os profissionais que atuam diretamente na unidade de atendimento ao paciente Covid-19. No caso do SAMU/Transporte Sanitário, serão vacinados os servidores intervencionistas. 

 

Todos os profissionais de saúde precisarão apresentar a escala de trabalho do mês atual para poderem ser vacinados. 

Comente

INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro

20/01/2021

Portaria foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS),Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia,Previdência Social

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que não fizeram a prova de vida entre março de 2020 e fevereiro deste ano não terão seus benefícios bloqueados. 

Portaria nº 1.266/2021, publicada hoje (20) no Diário Oficial da União, prorroga a interrupção do bloqueio de benefícios para as competências de janeiro e fevereiro, ou seja, para pagamentos até o fim de março. 

A prorrogação vale para os beneficiários residentes no Brasil e no exterior. De acordo com a portaria, a rotina e obrigações contratuais estabelecidas entre o INSS e a rede bancária que paga os benefícios permanece e a comprovação da prova de vida deverá ser realizada normalmente pelos bancos. 

Realizada todos os anos, a comprovação de vida é exigida para a manutenção do pagamento do benefício. Para isso, o segurado ou algum representante legal ou voluntário deve comparecer à instituição bancária onde saca o benefício. O procedimento, entretanto, deixou de ser exigido em março de 2020, entre as ações para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, e a medida vem sendo prorrogada desde então. 

Desde agosto do ano passado, o a prova de vida também pode ser feita por meio do aplicativo Meu INSS ou pelo site do órgão por beneficiários com mais de 80 anos ou com restrições de mobilidade. A comprovação da dificuldade de locomoção exige atestado ou declaração médica. Nesse caso, todos os documentos são anexados e enviados eletronicamente. 

Militares inativos 

Também foi publicada no Diário Oficial da União portaria do Ministério da Defesa que também suspende, até 30 de junho, a atualização cadastral para prova de vida de militares inativos, pensionistas de militares, militares anistiados políticos e dependentes habilitados. De acordo com o texto, nesse caso, o bloqueio de pagamentos por falta de realização da comprovação de vida voltarão a acontecer a partir de 1º de julho. 

A medida também foi adotada em março do ano passado em razão da pandemia de covid-19 e vem sendo prorrogada. Agencia Brasil.

Comente

Cirurgiã pediátrica morre vítima da Covid-19 no RN

20/01/2021

Covid-19

O Rio Grande do Norte perdeu mais uma profissional médica para a Covid-19. A vítima dessa vez foi a Dra. Maria das Graças Borges, que faleceu nesta terça-feira (19). Ela era cirurgiã pediátrica e conhecida entres os profissionais da área e pacientes como Dra. Graça.

 

As informações são do Blog do BG.

 

 

Comente

Sine tem 16 vagas de empregos para Natal e Grande Natal

20/01/2021

Emprego

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas-RN, através do SINE-RN, oferece hoje 16 vagas de emprego para Natal e Grande Natal. 

 

Para concorrer às vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS. 

 

Neste momento, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Sine-RN está com atendimento presencial realizado mediante agendamento. 

 

Em Natal, os telefones para agendamento da unidade matriz, em Candelária, são: (84) 3190-0783, 3190-0788, 98106-6367 e 98107-4226. 

 

Os agendamentos e atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. 

  

VEJA AS OFERTAS DE VAGAS DE EMPREGO POR OCUPAÇÃO: 

  

NATAL e GRANDE NATAL – (16 Vagas Permanentes) 

AUXILIAR MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO 02 

COZINHEIRO GERAL 01 

DESENHISTA TÉCNICO (ARTES GRÁFICAS) 01 

ENCARREGADO DE SEÇÃO DE CONTROLE DE PRODUÇÃO 01 

LUBRIFICADOR DE AUTOMÓVEIS 01 

MECÂNICO DE BICICLETAS 01 

PIZZAIOLO 02 

TÉCNICO AGRÍCOLA 01 

TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO (INSTALAÇÃO) 02 

VENDEDOR PRACISTA 4ENCARREGADO DE SEÇÃO DE CONTROLE DE PRODUÇÃO 01 

LUBRIFICADOR DE AUTOMÓVEIS 01 

MECÂNICO DE BICICLETAS 01 

OPERADOR DE TELEMARKETING ATIVO E RECEPTIVO 01 

PIZZAIOLO 02 

TÉCNICO AGRÍCOLA 01 

TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO (INSTALAÇÃO) 02 

TÉCNICO ELETRÔNICO 01 

VENDEDOR PRACISTA 04 

Fonte: Portal Grande Ponto 

 

Comente

Governo do RN assina acordo com Ministério da Justiça para criar forças-tarefas de combate a organizações criminosas

20/01/2021

Plano leva nome de Sistema Único de Segurança Pública, segundo ministro. Rio Grande do Norte e Ceará são primeiros estados a aderir.

Por G1 RN

Rio Grande do Norte adere a programa de Forças Tarefa SUSP do Ministério da Justiça — Foto: Daniel Estevão/MJSP/Divulgação

Rio Grande do Norte adere a programa de Forças Tarefa SUSP do Ministério da Justiça — Foto: Daniel Estevão/MJSP/Divulgação

O Governo do Rio Grande do Norte de celebrou um acordo de cooperação técnica com o Ministério da Justiça e Segurança Pública para criação de forças-tarefas de combate a organizações criminosas em território potiguar. O documento foi assinado na manhã desta terça-feira (19), em Brasília. O acordo envolve ações junto com as secretaria de Segurança e de Administração Penitenciária. 

Segundo o secretário de Segurança do RN, coronel Francisco Araújo, as forças-tarefas a serem implementadas no Rio Grande do Norte proporcionarão integração entre as instituições de segurança federais, como a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal, com as forças estaduais - Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Instituto Técnico-Científico de Perícia e Polícia Penal. 

"A sociedade é quem será a grande beneficiada, pois contará com ações de inteligência, prevenção e de combate cada vez mais eficientes contra o crime organizado”, disse. 

O Plano de Forças-Tarefas SUSP de Combate ao Crime Organizado tem como objetivo reduzir os indicadores de crimes praticados por membros de organizações criminosas, como homicídio, latrocínio, tráfico de drogas, roubos a bancos, cargas e veículos. 

Segundo o ministro, SUSP significaria Sistema Único de Segurança Pública - em uma clara referência ao funcionamento do Sistema Único de Saúde. Os primeiros estados a aderirem ao plano foram o Rio Grande do Norte e o Ceará, ambos de forma voluntária. 

“Precisamos avançar e avançar rápido. Por isso a importância da implementação desse plano que carrega o nome do SUSP: o Sistema Único de Segurança Pública, que demanda de todos nós que atuamos na gestão, na operação, no planejamento, na construção de políticas públicas baseadas em quatro princípios: atuação conjunta, coordenada, sistêmica e integrada”, afirmou o Mendonça durante cerimônia de assinatura dos acordos de cooperação. 

Segundo o governo, as forças-tarefas terão como linha de atuação a busca pelo isolamento de líderes de organizações criminosas no sistema prisional, a prevenção e a repressão da criminalidade violenta praticada por esses grupos, a descapitalização das facções, com foco no bloqueio de bens e valores, além da venda antecipada desses bens. 

Força-tarefa 

Pelo plano, o Ministério da Justiça vai disponibilizar local apropriado para funcionar como base da Força-Tarefa, além de equipamentos de gestão de dados e informações, e outros necessários ao bom funcionamento dos trabalhos. O custeio das diárias e passagens para atuação das forças policiais também será feito pelo MJSP. 

 

Os quatro eixos de atuação do Plano são: Inteligência de todos os órgãos de segurança pública envolvidos, análise criminal estratégica, policiamento ostensivo de forma especializada e adoção de procedimentos investigativos capazes de dar respostas efetivas e oportunas para a redução e repressão à criminalidade. 

Comente

Natal dá início à vacinação contra a Covid-19: 'Não tenham medo', diz técnica de enfermagem que recebeu 1ª dose

20/01/2021

Vacinação acontece em quatro pontos de drive thru: Ginásio Nélio Dias, Shopping Via Direta, Arena das Dunas e Palácio dos Esportes.

Por G1 RN

Natal dá início à vacinação contra a Covid-19 — Foto: Alex Régis/Prefeitura de Natal/Divulgação

Natal dá início à vacinação contra a Covid-19 — Foto: Alex Régis/Prefeitura de Natal/Divulgação

A capital potiguar deu início à vacinação contra a Covid-19 na manhã desta quarta (20). A técnica de enfermagem Ednalva Mauricio da Silva, 54 anos, que trabalha na UPA Pajuçara e no Hospital Varela Santiago foi a primeira pessoa a ser vacinada nesta quarta. 

"Não tenham medo, é a nossa segurança. Se a vacina tivesse chegado mais cedo, menos pessoas teriam morrido. Eu estou muito feliz, é uma emoção muito grande", disse. A vacina foi aplicada pelo prefeito Álvaro Dias (PSDB) que é médico. 

Natal recebeu 12.235 doses da vacina da CoronaVac neste primeiro momento. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), pelo número de doses ser menor do que o previsto inicialmente, serão vacinados neste primeiro momento os profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à doença e os idosos atendidos em instituições de longa permanência, como abrigos. 

A vacinação acontece em quatro pontos de drive thru: Ginásio Nélio Dias, Shopping Via Direta, Arena das Dunas e Palácio dos Esportes. 

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) adotou como estratégia inicial a aplicação do imunizante nos idosos residentes em instituições de longa permanência e todos os profissionais da saúde que estão no enfrentamento direto contra a doença, comprovado efetivo exercício de suas funções nas seguintes unidades: Upas, Hospital Giselda Trigueiro, Hospital de Campanha, Pronto Atendimento Odontológico Morton Mariz, Maternidades públicas e privadas, Pronto Socorro públicos e privados, UTIs e os Centros de Enfrentamento à Covid-19 de Natal. 

Já nas unidades do Hospital Universitário (HUOL), Hospital Maria Alice Fernandes, Hospital de Pediatria Nivaldo Júnior e João Machado, somente serão vacinados os profissionais que atuam diretamente na unidade de atendimento ao paciente Covid. No caso do SAMU/Transporte Sanitário, serão vacinados os servidores intervencionistas. 

 

Todos os profissionais de saúde precisarão apresentar a escala de trabalho do mês atual e documento de identificação para poderem ser vacinados. 

Maria Salete da Costa, 77 anos, foi a primeira vacina em Parnamirim, RN — Foto: Ney Douglas

Maria Salete da Costa, 77 anos, foi a primeira vacina em Parnamirim, RN — Foto: Ney Douglas

Maria Salete da Costa, de 77 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada no município de Parnamirim na terça-feira (19). Moradora do Lar Espírita Alvorada Nova (Lean), ela está no grupo de idosos institucionalizados, que vivem em locais como abrigos. O Lean foi o ponto de partida da vacinação no município. 

Caicó 

A enfermeira Gabriela Macedo recebeu a primeira aplicação da vacina em Caicó, no Seridó potiguar. A profissional atua no Centro de Referência para o Enfrentamento da Covid-19 na cidade e teve a mãe, Maria das Graças Bezerra, como a primeira vítima da doença no município, em 22 de maio do ano passado. Gabriela recebeu a vacina no Hospital Regional do Seridó na terça-feira (19). 

Mossoró 

 

A enfermeira Raimunda Clézia Cavalcante da Silva, de 60 anos, foi a primeira pessoa a tomar a vacina contra a Covid-19 no município de Mossoró, segunda cidade mais populosa do estado e que fica na região Oeste. Ela foi vacinada no Centro Administrativo Alcides Belo na terça-feira (19). 

Comente

João Câmara ira Receber Apenas 240 Doses de Vacinas Coronavac nessa Primeira Etapa

19/01/2021

Covid-19

Doses da Coronavac chegam ao Rio Grande do Norte para início de vacinação contra Covid-19.  — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

A Cidade de João Câmara/RN  vai receber 240 vacinas da coronavac nessa primeira etapa as primeiras doses  devem estar na cidade ao poder da Secretaria de Saúde do Município hoje pela manhã O Governo do RN já mandou fazer as entrega da vacina com a escolta da PMRN e do Corpo de Bombeiros e na Cidade de João Câmara so irá receber 240 doses de vacinas por isso todos nós municípis temos que dobla nossos cuidados com essa doença pra não pegamos transmiti por que do jeito que vai da meio do Ano 2021 e a População não vai receber essa Vacina pra ficamos imune desse Vírus.

Comente

Poço Branco: Vai Receber Apenas 99 Doses de Vacinas Coronavac Nessa Primeira Etapa de Vacinação

19/01/2021

Covid-19

Doses da Coronavac chegam ao Rio Grande do Norte para início de vacinação contra Covid-19.  — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

As Vacinas Coronavac Chegaram Nessa Madrugada em Natal e hoje pela Manhã o Governo do RN ja mandou fazer a entrega nas Cidades com escolta da PMRN e Corpo de Bombeiros e a Cidade de Poço Branco/RN A 54 km da Capital Natal Ira Receber Apenas 99 Vacinas sendo a Sim a Secretaria de Saúde do Município deverá dar essas doses em pessoas que se enquadra nos Grupos que deve tomar inicialmente essas doses na primeira etapa e que Deus Abençoe e proteja todos os Nossos Munícipes e que todos se Cuide Mais com os Cuidado pra Nao Pega e não Transmiti essa Doença aos Nossos Munícipes.

Comente

Secretaria de Saúde divulga divisão de doses da vacina contra Covid-19 por município do RN; veja

19/01/2021

Estado recebeu 82.440 doses da Coronavac, nesta terça-feira (19) para distribuir entre seus 167 municípios.

G1 RN

Doses da Coronavac chegam ao Rio Grande do Norte para início de vacinação contra Covid-19.  — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Doses da Coronavac chegam ao Rio Grande do Norte para início de vacinação contra Covid-19. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Rio Grande do Norte recebeu 82.440 doses da vacina contra Covid-19, na madrugada desta terça-feira (19), para começar a imunização contra Covid-19 no estado. Após a chegada, a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte divulgou uma lista com a distribuição das doses por município. 

A Secretaria de Saúde do Estado ainda não informou quando a vacinação vai começar no Rio Grande do Norte. De acordo com previsões anteriores da pasta, a imunização deveria começar até 72 horas após a chegada do primeiro lote, com a distribuição aos municípios, iniciada durante a manhã desta terça (19). 

As 82.440 doses enviadas ao RN serão suficientes para vacinar pouco mais de 39 mil potiguares, que terão duas aplicações com intervalo de 28 dias. De acordo com o governo, terão prioridades os idosos abrigados em instituições e os trabalhadores da saúde que atendem em UTIs, prontos-socorros e hospitais referenciados, por exemplo. 

Segundo a Secretaria de Saúde do RN, o quantitativo de doses encaminhado aos municípios foi calculado com base na estimativa populacional por município repassada pelo Ministério da Saúde para cada grupo contemplado na primeira etapa, considerando uma distribuição proporcional. 

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, o primeiro grupo prioritário no estado consiste em 37.848 profissionais de saúde, 1.400 pessoas com 60 anos ou mais em instituições e 10 pessoas com deficiência também institucionalizadas. 

Município - Total de doses 

  • Acari - 136 

  • Assu - 421 

  • Afonso Bezerra - 94 

  • Água Nova - 50 

  • Alexandria - 164 

  • Almino Afonso - 95 

  • Alto do Rodrigues - 120 

  • Angicos -108 

  • Antônio Martins - 91 

  • Apodi - 313 

  • Areia Branca - 209 

  • Arês - 125 

  • Augusto Severo - 73 

  • Baía Formosa - 88 

  • Baraúna - 144 

  • Barcelona - 62 

  • Bento Fernandes - 64 

  • Bodó - 54 

  • Bom Jesus - 138 

  • Brejinho - 98 

  • Caiçara do Norte - 67 

  • Caiçara do Rio do Vento - 56 

  • Caicó - 750 

  • Campo Redondo - 97 

  • Canguaretama - 258 

  • Caraúbas - 189 

  • Carnaúba dos Dantas - 127 

  • Carnaubais - 92 

  • Ceará-Mirim - 600 

  • Cerro Corá - 104 

  • Coronel Ezequiel - 68 

  • Coronel João Pessoa - 76 

  • Cruzeta - 100 

  • Currais Novos - 495 

  • Doutor Severiano - 64 

  • Parnamirim - 2.800 

  • Encanto - 77 

  • Equador - 65 

  • Espírito Santo - 94 

  • Extremoz - 291 

  • Felipe Guerra - 85 

  • Fernando Pedroza - 52 

  • Florânia - 89 

  • Francisco Dantas - 62 

  • Frutuoso Gomes - 72 

  • Galinhos - 59 

  • Goianinha - 194 

  • Governador Dix-Sept Rosado - 108 

  • Grossos - 90 

  • Guamaré - 241 

  • Ielmo Marinho - 102 

  • Ipanguaçu - 135 

  • Ipueira - 60 

  • Itajá - 82 

  • Itaú - 60 

  • Jaçanã - 87 

  • Jandaíra - 67 

  • Janduís - 75 

  • Januário Cicco - 103 

  • Japi - 71 

  • Jardim de Angicos - 62 

  • Jardim de Piranhas - 97 

  • Jardim do Seridó - 145 

  • João Câmara - 240 

  • João Dias - 52 

  • José da Penha - 72 

  • Jucurutu - 180 

  • Jundiá - 64 

  • Lagoa d'Anta - 99 

  • Lagoa de Pedras - 72 

  • Lagoa de Velhos - 54 

  • Lagoa Nova - 108 

  • Lagoa Salgada - 109 

  • Lajes - 87 

  • Lajes Pintadas - 65 

  • Lucrécia - 70 

  • Luís Gomes - 93 

  • Macaíba - 572 

  • Macau - 229 

  • Major Sales - 65 

  • Marcelino Vieira - 81 

  • Martins - 85 

  • Maxaranguape - 100 

  • Messias Targino - 69 

  • Montanhas - 88 

  • Monte Alegre - 158 

  • Monte das Gameleiras - 56 

  • Mossoró - 3.981 

  • Natal - 12.235 

  • Nísia Floresta - 149 

  • Nova Cruz - 289 

  • Olho-d'Água do Borges - 83 

  • Ouro Branco - 65 

  • Paraná - 71 

  • Paraú - 67 

  • Parazinho - 74 

  • Parelhas - 206 

  • Rio do Fogo - 102 

  • Passa e Fica - 121 

  • Passagem - 64 

  • Patu - 126 

  • Santa Maria - 56 

  • Pau dos Ferros - 410 

  • Pedra Grande - 65 

  • Pedra Preta - 57 

  • Pedro Avelino - 74 

  • Pedro Velho - 131 

  • Pendências - 125 

  • Pilões - 68 

  • Poço Branco - 99 

  • Portalegre - 103 

  • Porto do Mangue - 80 

  • Serra Caiada - 98 

  • Pureza - 71 

  • Rafael Fernandes - 64 

  • Rafael Godeiro - 58 

  • Riacho da Cruz - 59 

  • Riacho de Santana - 53 

  • Riachuelo - 73 

  • Rodolfo Fernandes - 67 

  • Tibau - 81 

  • Ruy Barbosa - 58 

  • Santa Cruz - 430 

  • Santana do Matos - 120 

  • Santana do Seridó - 54 

  • Santo Antônio - 222 

  • São Bento do Norte - 55 

  • São Bento do Trairí - 73 

  • São Fernando - 55 

  • São Francisco do Oeste - 58 

  • São Gonçalo do Amarante - 563 

  • São João do Sabugi - 105 

  • São José de Mipibu - 478 

  • São José do Campestre - 127 

  • São José do Seridó - 74 

  • São Miguel - 222 

  • São Miguel do Gostoso - 78 

  • São Paulo do Potengi - 160 

  • São Pedro - 61 

  • São Rafael - 92 

  • São Tomé - 141 

  • São Vicente - 77 

  • Senador Elói de Souza - 66 

  • Senador Georgino Avelino - 54 

  • Serra de São Bento - 75 

  • Serra do Mel - 106 

  • Serra Negra do Norte - 75 

  • Serrinha - 73 

  • Serrinha dos Pintos - 63 

  • Severiano Melo - 93 

  • Sítio Novo - 68 

  • Taboleiro Grande - 63 

  • Taipu - 120 

  • Tangará - 131 

  • Tenente Ananias - 97 

  • Tenente Laurentino Cruz - 65 

  • Tibau do Sul - 117 

  • Timbaúba dos Batistas - 51 

  • Touros - 219 

  • Triunfo Potiguar - 64 

  • Umarizal - 118 

  • Upanema - 147 

  • Várzea - 61 

  • Venha-Ver - 61 

  • Vera Cruz - 138 

  • Viçosa - 56 

  • Vila Flor - 62 

Comente

Sem doses suficientes, nota técnica diz quais profissionais de saúde devem ser vacinados contra Covid-19 inicialmente no RN

19/01/2021

Estado recebeu 82.440 doses da Coronavac, na madrugada desta terça-feira (19).

G1 RN

Doses da vacina Coronavac começaram a ser distribuídas aos municípios nesta terça-feira (19) no RN, para início de vacinação contra Covid-19.. — Foto: Orlando Netto/CBRN

Doses da vacina Coronavac começaram a ser distribuídas aos municípios nesta terça-feira (19) no RN, para início de vacinação contra Covid-19.. — Foto: Orlando Netto/CBRN

Após o Rio Grande do Norte receber 82.440 doses da vacina contra Covid-19, na madrugada desta terça-feira (19), a Secretaria Estadual de Saúde divulgou uma nota técnica apontando o quantitativo de doses distribuídas por cada município e informou quais serão os primeiros profissionais de saúde vacinados contra Covid-19, já que os imunizantes são insuficientes para atender todas as pessoas que se encaixam nos grupos prioritários da Fase 1. 

As mais de 82 mil doses devem atender uma população de 39.259 pessoas, porque são aplicadas duas doses em cada uma e ainda há estimativa de 5% de perda operacional de vacinas. Por outro lado, no plano de vacinação do RN, o governo estimava cerca de 79,6 mil trabalhadores de saúde no estado. 

De acordo com o documento, como a quantidade é insuficiente para vacinar todos os profissionais de saúde e população alvo, serão usados critérios de exposição à infecção e de maiores riscos para agravamento e óbito da doença. Além deles, também serão vacinados idosos em instituições de longa permanência, como asilos. 

Ordem de priorização dos profissionais de saúde: 
 

  • Equipes de vacinação que estiverem inicialmente envolvidas na vacinação das 39 mil doses; 

  • Trabalhadores das Instituições de Longa Permanência de Idosos; 

  • Trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados, tanto da urgência quanto da atenção básica, envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de covid-19, na seguinte ordem: 
    - Trabalhadores dos hospitais de referência; 
    - Trabalhadores dos serviços de urgência e emergência, 
    - Trabalhadores dos denominados serviços de Centro de Atendimento Covid-19; 
    - Trabalhadores da atenção primária; 

  • O Ministério da Saúde enviou ao estado 82.440 doses. Neste cenário, considerando as duas doses para completar o esquema vacinal e o percentual de perda operacional de 5%, o governo espera vacinar, nesta primeira etapa, 39.259 pessoas. 

    "É importante ressaltar que diante das doses disponíveis para distribuição inicial aos estados, nesse primeiro momento não serão vacinadas as pessoas com 75 anos ou mais, que serão incluídas nas próximas etapas de vacinação da fase 1. 

    Os profissionais que se encaixam dentro do perfil apontado pela Sesap deverão apresentar documentos que comprovem a atuação nas áreas específicas que terão prioridade. Serão aceitos: 

    • Carteira de trabalho que especifique local de trabalho; 

    • Contrato de trabalho; 

    • Contracheque; 

    • Para os trabalhadores terceirizados ainda serão aceitas escalas de trabalho, acompanhadas de declarações advindas das empresas em papel timbrado, que comprove o local de trabalho em um serviço de saúde; 

    • Publicação de nomeação em diário oficial e/ou ficha funcional do servidor público. 

    "Reforçamos que embora o registro no conselho de classe seja um documento oficial, nesta etapa de vacinação há necessidade de comprovação de vínculo avo com serviço de saúde com atendimento a pacientes suspeitos ou confirmados para Covid-19", diz a nota. 

    Fase 1 continuará com recebimento de mais doses 

    Ainda de acordo com o governo, a fase 1 não será encerrada com esse quantitativo de doses recebido (82.440 doses). Para essa fase, são previstas inicialmente 239 mil doses, que não foram enviadas pelo Ministério da Saúde nesse primeiro momento. 

    "Logo que for finalizada esta primeira fase, a Sesap dará início à vacinação dos demais grupos prioritários que estão nas fases 2 e 3, a partir da disponibilidade de doses. Em seguida, virão os demais grupos prioritários e após estes, a população em geral. A previsão do Ministério da Saúde é que a vacinação completa dure 16 meses até atingir toda a população brasileira", informou o governo. 

    Tutorial para uso do RN Mais Vacina 

    Na nota técnia também foi disponibilizado um tutorial de navegação da plataforma RN Mais Vacina. A plataforma, acessível para a população e profissionais de saúde (vacinadores), foi produzida em parceria com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS). O sistema irá monitorar o processo de vacinação contra a Covid-19 no estado. 

    Ele registra a chegada da vacina enviada pelo Governo Federal, a transferência aos 167 municípios e a aplicação que será feita pelas secretarias municipais de saúde. Para a efetivação do seu uso, a Sesap distribuiu mil tabletes para as salas de vacina em todo estado. 

    Para que os profissionais que atuam nas Unidades Básicas de Saúde, a Sesap também preparou materiais online. Também serão disponibilizados vídeos tutoriais visando auxiliar o profissional no dia a dia, caso surja alguma dúvida sobre a utilização do sistema. 

Comente

Problema de oxigênio no Amazonas está equacionado, diz Pazuello

18/01/2021

Ministro e governador falaram sobre plano de enfrentamento à covid-19

Entrega de respiradores, produzidos pela Marinha e pela USP, em Manaus

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, declarou em entrevista coletiva hoje (18) que o problema de abastecimento no estado do Amazonas está “equalizado”. Ele e o governador do estado, Wilson Lima, falaram sobre o plano de ações para enfrentar o colapso no sistema de saúde local, especialmente na capital Manaus. 

O plano foi elaborado em resposta a uma determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandovski na sexta-feira (15). A partir de um pedido do PC do B e do PT, o magistrado estabeleceu que o governo federal teria até 48h para apresentar o plano e fornecer oxigênio e insumos ao estado. 

Pazuello informou que o plano foi submetido ao STF ontem (17) e que será disponibilizado na página do Ministério da Saúde. Apesar de afirmar que o abastecimento de oxigênio estaria normalizado, o titular do Ministério admitiu a situação grave do estado. “Toda a logística está impactada, não é só oxigênio. Equipes de saúde estão no seu limite. Hospitais estão no seu limite. Médicos estão no seu limite”, destacou. 

O governador do Amazonas reforçou que o abastecimento de oxigênio foi “equilibrado”, mas acrescentou que o cenário pode piorar. Isso porque o mês de fevereiro é tradicionalmente quando há mais casos de síndromes gripais graves, tendo um clima e ambiente propícios para a disseminação de vírus gripais. 

“Temos preocupação para o mês de fevereiro. Ele historicamente é onde há maior quantidade de casos de SRAG [Síndrome Respiratória Aguda Grave]. Estamos nos preparando para a situação. Estamos trabalhando para ampliação de leitos. Uma enfermaria foi montada no estacionamento do hospital Delphina Aziz. Ainda temos fila significativa de pessoas que esperam atendimento”, contou Lima. 

Crise 

Tanto Lima quanto Pazuello buscaram explicar como a situação saiu do controle e as ações adotadas. Segundo o governador, no auge do primeiro pico da pandemia, entre abril e maio, o consumo de oxigênio chegou ao máximo de 30 mil metros cúbicos (m3). Já neste novo pico, entre dezembro e janeiro, o consumo médio saiu de 15 mil m³ para 75 mil m³. 

Lima colocou que houve ampliação dos leitos na cidade, com 700 unidades criadas nos últimos dois meses. Agora, para além de Manaus está havendo uma preocupação com o interior, onde o sistema de saúde é menos estruturado. 

O ministro da Saúde disse que a equipe da pasta tomou conhecimento do desabastecimento no dia 8 de janeiro. Ele negou a informação publicada na imprensa de que um ofício da Advocacia-Geral da União (AGU) ao STF revelaria que o órgão já tinha ciência da situação antes. 

“Quando chegamos [a Manaus] no dia 4 [de janeiro] o problema era estrutura de leito. Não havia a menor indicação de falta de oxigênio. A quantidade de oxigênio que a White Martins fabrica por dias é de 28 mil m³ e o consumo era de 17 mil m³. A White Martins tinha flexibilidade de trazer quase o dobro. A elevação foi muito rápida. Tomamos conhecimento de que a White Martins chegou no limite quando ela nos informou”, comentou. 

Pazuello elencou as medidas adotadas pelo governo. Até o momento foram removidos 90 pacientes para hospitais federais. Foram levadas “toneladas de equipamentos e insumos” ao estado e transportados “centenas de cilindros” em aviões cargueiros civis e militares. Um navio cargueiro da Marinha está em deslocamento para Manaus com 40 mil m³ de oxigênio. 

Ele destacou os leitos habilitados (quando o ministério passa a custear parte das despesas), mas não detalhou o número. Um hospital de campanha militar foi deslocado para Manaus. Sobre o apoio com pessoal, o titular do Ministério da Saúde relatou ter selecionado e capacitado oito mil profissionais de saúde, tendo 300 já sido contratados. 

O governo brasileiro está em diálogo com o governo dos Estados Unidos para conseguir o apoio de um avião que auxilie no transporte dos cilindros. Mas, conforme o ministro, ainda não há data para que a aeronave comece a operar. 

Outras cidades 

Pazuello alertou que a crise em curso no Amazonas pode se replicar em outras cidades e estados. Ele destacou o período chuvoso no Norte e em parte do Nordeste neste início do ano como propício para a disseminação do vírus, enquanto no restante do país os períodos mais perigosos podem ser no inverno. Além disso, chamou a atenção para o fato de que a variante do novo coronavírus encontrada na capital amazonense já está em circulação em outros locais do país. 

“Isso sim pode se replicar para outras cidades e pode se replicar quando chegarmos mais perto do inverno na região centro-sul. Vamos combater isso com vacina. É por isso que estamos tão ávidos por receber as vacinas, distribuí-las e imunizar a população. Esta é a grande ação efetiva para segurar a pandemia. E manter as estruturas que foram criadas, os leitos que foram criados para a covid-19 ativos nas regiões que poderão sofrer o impacto”, sublinhou. Agencia Brasil

Comente

Petrobras anuncia novo aumento de mais de 8% na gasolina

18/01/2021

E Tome Aumento.

A nova estratégia da Petrobras é não divulgar o percentual de reajuste dos combustíveis, mas apenas o preço praticado nas refinarias, distante da realidade das bombas. Segundo anunciou nesta segunda-feira (18/1), a partir de terça-feira (19), “o preço médio de venda de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará a ser de R$ 1,98 por litro, refletindo um aumento médio de R$ 0,15 por litro no preço de venda”. Apesar de questionada pela reportagem do Correio Braziliense sobre o percentual de reajuste, a Petrobras não respondeu. 

O cálculo sobre a alta de R$ 1,83 por litro para R$ 1,98, considerando os R$ 0,15 médios de aumento médio informados pela petroleira, é de um salto de quase 8,2% no preço do combustível. Apesar de não informar o percentual, em nota, a empresa argumenta que “contribui para a transparência de preços para a sociedade" ao publicar, em seu site, "dados referentes aos seus preços de venda às distribuidoras dos seus principais produtos”. 

Desde 7 de agosto de 2019, os preços passaram a ser publicados, por local e modalidade de venda, no formato determinado pela Resolução ANP nº 795/2019. “Os novos preços são acrescentados no arquivo disponibilizado a partir da sua data de vigência, sem exclusão da vigência anterior. Dessa forma, é possível acompanhar a evolução dos preços por local”, explicou. 

“Como exemplo, a partir de amanhã (terça), o preço de gasolina na modalidade de venda padrão passará a ser de R$ 1,92 por litro em Manaus (AM); R$ 1,89 por litro em Ipojuca (PE); R$ 1,95 por litro em São Francisco do Conde (BA); R$ 2,05 por litro em Duque de Caxias (RJ); R$ 2,07 por litro em Barueri (SP); e, R$1,99 por litro em Araucária (PR)”, acrescentou na nota. Vale lembrar que a empresa não dá a informação voluntariamente, apenas em resposta a um pedido formal, o que é feito diariamente pela reportagem do Correio 

A estatal disse, ainda, que “os preços praticados têm como referência os preços de paridade de importação e, desta maneira, acompanham as variações do valor do produto no mercado internacional e da taxa de câmbio, para cima e para baixo. No ano de 2020, o preço médio da gasolina comercializada pela Petrobras atingiu mínimo de R$ 0,91 por litro.” 

Correio Braziliense 

Comente

Bolsonaro: Forças Armadas decidem se 'povo vai viver na democracia ou ditadura'

18/01/2021

Democracia ou Ditadura

Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira (18) que "quem decide se um povo vai viver numa democracia ou numa ditadura são as suas Forças Armadas". 

De acordo com Bolsonaro, no Brasil "temos liberdade ainda", mas "tudo pode mudar" se homens e mulheres que compõem as Forças Armadas brasileiras não tiverem seu valor reconhecido. 

"Quem decide se um povo vai viver numa democracia ou numa ditadura são as suas Forças Armadas. Não tem ditadura onde as Forças Armadas não apoiam. No Brasil, temos liberdade ainda. Se nós não reconhecermos o valor desses homens e mulheres que estão lá, tudo pode mudar", disse Bolsonaro a apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília. 

O vídeo do encontro foi publicado, com cortes, em uma rede social. O vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente, também publicou trechos da conversa na internet. 

O presidente disse ainda que "querem levar o Brasil para o socialismo" e que as Forças Armadas foram "sucateadas". 

"Por que sucatearam as Forças Armadas ao longo de 20 anos? Porque nós militares somos o último obstáculo para o socialismo", disse o presidente. 

Com informações do G1 

Comente

UFRN adverte professor e militante do PT que baixou calças na frente de alunas

18/01/2021

advertência

O jornalista e professor de comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Daniel Dantas Lemos, recebeu uma advertência da instituição após um episódio ocorrido em 2019, quando ele baixou as calças na frente de um grupo de alunas na instituição. A advertência foi aplicada pela Diretora do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA). 

Na época, o caso ganhou bastante repercussão após uma aluna ter denunciado o caso na ouvidoria da UFRN. Após isso, foi aberto um processo administrativo que resultou na advertência do professor com base no Relatório Final da Comissão de Processo de Sindicância. 

Por meio de uma portaria enviada ao portal Grande Ponto pela UFRN, o CCHLA a resolveu aplicar "a penalidade disciplinar de ADVERTÊNCIA, nos termos do art. 129 da Lei 8.112/1990, ao professor Daniel Dantas Lemos, matrícula 1961635, do Quadro de Pessoal da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, lotado no Departamento de Comunicação Social, por infração aos ditames legais previstos no art. 117, inciso V, c/c art. 116, inciso IX, ambos da Lei 8.112/90". 

A advertência é um tipo de penalidade aplicada pela UFRN e varia de acordo com a gravidade da infração cometida pelo servidor. Há relatos de outros casos de assédio do mesmo professor, mas que não tiveram prosseguimento em processos administrativos. 

Além de professor, Daniel Dantas é blogueiro e figura constante em atos do Partido dos Trabalhadores no Rio Grande do Norte. Na campanha para prefeito do ano passado ele apoiou o candidato petista Jean Paul Prates, em Natal, e fez postagens sobre candidatas a vereadoras pelo PT. 

O portal Grande Ponto entrou em contato com a UFRN para mais esclarecimentos e a instituição apenas enviou a portaria que consta a advertência ao docente. 

Confira: 

Fonte Grande Ponto.

Comente