Com cerca de 100 voluntários e um ano de atuação, ReforAmar já trabalhou na melhoria de seis casas em Natal. - 19/04/2019

Sonho de morar em casa sem goteiras vira projeto social de jovem potiguar que reforma imóveis

Por G1 RN

Fernanda Silmara é idealizadora do projeto — Foto: Divulgação

Fernanda Silmara é idealizadora do projeto — Foto: Divulgação

Ivanilda olha e elogia o desenho que representa ela mesma em frente ao Lar da Vovozinha, onde mora, em Natal. O muro do asilo que abriga 40 idosas foi reformado ao custo de R$ 1.600 - dinheiro todo levantado pelo projeto ReforAmar, através de doações. Mesma alegria teve a dona de casa Bruna Pereira, que viu a casa da sua mãe, que teve um AVC, também reformada.

As duas foram beneficiadas por um projeto de uma jovem de 22 anos, estudante de engenharia civil e tecnóloga em construção de edifícios, que reforma casas de pessoas que não têm condições de arcar com os custos. O sonho de infância de Fernanda Silmara era ter em uma casa sem goteiras e infiltrações. Hoje, ela ajuda outras pessoas a morar em imóveis com mais dignidade.

Voluntários fazem obras nas casas — Foto: Divulgação

Voluntários fazem obras nas casas — Foto: Divulgação

"A nossa porta da frente era metade madeira, embaixo era uma lona de praia. Não fechava. Era mais para cobrir mesmo a casa. Eu sempre me emociono, porque acabo lembrando daquele tempo difícil. Mas hoje eu me sinto muito grata por tudo”, lembra ela, emocionada.

Com 10 meses de atuação, o ReforAmar - que une as palavras "reforma" e "amor" - já beneficiou seis casas e já tem a sétima projetada. Iniciado com cinco pessoas, atualmente o projeto conta com cerca de 100 voluntários, como a assistente social Isabelle Silva. "Ele é um projeto que não transforma só casas, mas também transforma vidas", considera. De acordo com ela, a experiência permite abrir os olhos para problemas sociais e "receber como recompensa o sorriso das pessoas".

 

 

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12