Covid-19: Brasil tem 584.016 casos confirmados e 32.548 mortes

04/06/2020

Pará supera Amazonas no número de casos confirmados de covid-19

Teste de laboratório mostra resultado positivo para novo coronavírus Covid-19

O balanço divulgado no fim da noite desta quarta-feira (3) pelo Ministério da Saúde trouxe 28.633 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, totalizando 584.016. O resultado marcou um acréscimo de 4,9% em relação a ontem (2), quando o número de pessoas infectadas estava em 555.383. 

Segundo o Ministério da Saúde, foram registradas 1.349 novas mortes nas últimas 24 horas, chegando a 32.548. O resultado representou um aumento de 4,1% em relação a ontem, quando foram contabilizados 31.199 falecimentos por covid-19. 

Do total de casos confirmados, 312.851 estão em acompanhamento e 238.617 foram recuperados. Há ainda 4.115 óbitos sendo analisados. 

26 fev27 fev28 fev29 fev01 Mar02 Mar03 Mar04 Mar05 Mar06 Mar07 Mar08 Mar09 Mar10 Mar11 Mar12 Mar13 Mar14 Mar15 Mar16 Mar17 Mar18 Mar19 Mar20 Mar21 Mar22 Mar23 Mar24 Mar25 Mar26 Mar27 Mar28 Mar29 Mar30 Mar31 Mar01 abr02 abr03 abr04 abr05 abr06 abr07 abr08 abr09 abr10 abr11 abr12 abr13 abr14 abr15 abr16 abr17 abr18 abr19 abr20 abr21 abr22 abr23 abr24 abr25 abr26 abr27 abr28 abr29 abr30 abr01 mai02 mai03 mai04 mai05 mai06 mai07 mai08 mai09 mai10 mai11 mai12 mai13 mai14 mai15 mai16 mai17 mai18 mai19 mai20 mai21 mai22 mai23 mai24 mai25 mai26 mai27 mai28 mai29 mai30 mai31 mai01 Jun02 Jun03 ju050 000100 000150 000200 000250 000300 000350 000400 000450 000500 000550 000casos26 fev1casos26 fev1
mortes
recuperações
casos

 

Comente

Qualidade do sono pode ajudar no combate à covid-19

04/06/2020

Boa noite de sono auxilia no fortalecimento do sistema imunológico

Insônia, quarentena, pandemia, coronavírus, covid 19

O novo coronavírus pegou o mundo desprevenido e fez boa parte da população mundial mudar hábitos e se adaptar a essa nova realidade. Para tentar conter a proliferação do vírus, as orientações são diversas: lavar as mãos, evitar tocar nos olhos, boca e nariz sem higienizá-las, manter-se hidratado, evitar aglomerações, usar máscara de proteção, entre outras. 

Além disso, uma boa noite de sono é uma aliada para manter a saúde. Segundo o médico do sono e neurologista da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), Lúcio Huebra, dormir bem auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, fundamental na prevenção da doença. 

“É durante o sono que boa parte das funções do corpo se recupera e isso também acontece com o sistema imune.  É preciso uma boa qualidade do sono para que as células de defesa sejam restauradas e, dessa forma, garantam a produção de anticorpos para as diversas infecções de maneira adequada”, diz o neurologista. 

Há uma relação bidirecional entre a qualidade do sono e a imunidade. Um sono de má qualidade ou encurtado leva o organismo a uma situação de estresse, aumentando a liberação do cortisol, hormônio com efeito imunomodulador e que acaba reduzindo as defesas do corpo. 

Um estudo brasileiro sobre o impacto do sono na eficácia da vacina contra a hepatite A mostrou que pessoas com privação de sono tiveram resposta reduzida pela metade ao serem vacinadas, em relação ao grupo que dormiu bem. Existe também evidência de que o sono curto, com menos de seis horas, está associado a um aumento da sintomatologia do resfriado comum. Ou seja, pesquisas comprovam que pessoas que dormem menos do que o necessário ficam mais suscetíveis a infecções respiratórias. 

“É importante lembrar que cada pessoa precisa de uma quantidade mínima de horas de sono diferente. Os números são médias populacionais, então pode ser que certas pessoas precisem de mais ou menos tempo. O importante é estar sempre revigorado no dia seguinte”, enfatiza Lucio Huebra. 

Além da imunidade 

Além da queda da imunidade, o sono de má qualidade ou insuficiente traz outras repercussões negativas para o organismo. Quando a quantidade ideal de horas de sono não é respeitada, algumas consequências podem surgir, sejam elas agudas, que aparecem já no dia seguinte a uma noite mal dormida, ou crônicas, aquelas que podem surgir ao longo da vida, como consequência de diversos episódios de sono de má qualidade. 

Fadiga, sonolência, irritabilidade, desatenção, dificuldade de memorização, dor de cabeça e tontura são alguns dos exemplos de impactos agudos da restrição do sono. A longo prazo podem surgir complicações metabólicas como obesidade, dislipidemia, maior risco de diabetes; complicações cardiovasculares como hipertensão, maior risco de infarto ou acidente vascular cerebral (AVC). 

Além disso, várias noites mal dormidas consecutivas podem levar a um processo de declínio cognitivo, prejudicando a memória ou acelerando um processo de demência em pessoas que já tenham predisposição. 

Juntamente com esses aspectos, a falta de sono adequado pode acarretar prejuízos em diferentes níveis da vida social como reduzir a produtividade, dificultar o aprendizado e aumentar o risco de acidentes, seja no trânsito ou no trabalho. O humor também fica alterado, deixando as pessoas mais irritadas e com menor tolerância à frustração, atrapalhando o trabalho em grupo e o convívio social. 

Sono de qualidade 

Para dormir há inúmeros conselhos que constituem a chamada higiene do sono. O processo é um conjunto de ações que buscam proporcionar um sono de qualidade todas as noites. Entre as recomendações estão:  Agencia Brasil.

Comente

Justiça dá prazo de 15 dias para RN voltar a fornecer hidroxicloroquina a pessoas lúpus

04/06/2020

Associação de pacientes entrou com ação por causa da falta da medicação na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) do estado.

Por G1 RN

Foto mostra comprimidos de hidroxicloroquina, substância usada para tratar malária e algumas doenças autoimunes, como lúpus. — Foto: John Locher/AP

Foto mostra comprimidos de hidroxicloroquina, substância usada para tratar malária e algumas doenças autoimunes, como lúpus. — Foto: John Locher/AP

O Estado do Rio Grande do Norte deve voltar a fornecer, no prazo de 15 dias, o medicamento Hidroxicloroquina 400mg (Reuquinol) ou outro medicamento com a mesma composição aos pacientes de Lúpus Eritematoso Sistêmico, conforme apresentação de prescrição médica atualizada. A decisão judicial é da última terça-feira (2). 

De acordo com a Associação das Pessoas Acometidas de Lúpus Eritematoso Sistêmico do Estado do Rio Grande do Norte, o medicamento faz parte da lista de remédios distribuídos pelo Sistema Único de Saúde, mas está em falta na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) do estado. 

A decisão, que atende a pedido de tutela provisória de urgência de natureza antecipada, foi do juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal. O estado deverá cumprir a determinação no prazo sob pena de bloqueio de bens e eventual fixação de multa. A Procuradoria Geral do Estado tem 30 dias para responder ao pedido inicial a partir da citação. 

hidroxicloroquina é um remédio usado na prevenção e tratamento de malária e, entre outras aplicações, pode ser usada no tratamento de artrite reumatoide, lúpus eritematoso, porfiria cutânea tarda, febre Q e doenças fotossensíveis. Mas o fármaco ganhou projeção mundial ao ser apontado como possível tratamento para a Covid-19, durante a pandemia do novo coronavírus. A eficácia para essa doença ainda não foi confirmada e alguns estudos científicos consideram que a hidroxicloroquina não apresentada resultados positivos no combate ao vírus. 

Comente

PF cumpre mandados de busca e apreensão em três cidades do RN em operação contra pornografia infantojuvenil

04/06/2020

Operação Storage acontece na manhã desta quinta-feira em Natal, Extremoz e Mossoró.

Por G1 RN

Trinta e cinco agentes participam da operação — Foto: PF/Divulgação

Trinta e cinco agentes participam da operação — Foto: PF/Divulgação

A Polícia Federal cumpre sete mandados de busca e apreensão em Natal, Extremoz e Mossoró dentro da Operação Storage de combate ao compartilhamento de pornografia infantojuvenil pela internet, na manhã desta quinta-feira (4). Cerca de 35 policiais participam da ação. 

A operação é resultado de cinco investigações que tramitaram na delegacia especializada em crimes cibernéticos. Uma delas foi desdobramento da Operação Trojan deflagrada nos Estados Unidos em 2017, resultado de uma ação coordenada do FBI com a Força-Tarefa Internacional de Combate a Crimes contra Crianças. 

Nessas investigações, os policiais descobriram que usuários de vários países estavam disseminando pornografia infantil por meio de um programa que permite a criação de uma rede privada de compartilhamento direto de dados. Com a Storage, a PF apurou que, em um dos inquéritos que compôs o acervo da operação, as imagens de nudez juvenil estavam sendo obtidas por meio de dissimulações e ameaças pelo Skype. 

"Os investigados estabeleciam uma relação de confiança com as vítimas e as induziam a produzirem fotos e vídeos com conteúdo sexual. Depois, sob ameaça de divulgação dos arquivos, promoviam extorsões financeiras ou exigiam a produção de mais conteúdos similares", diz a PF. 

Os alvos da operação desta quinta-feira (4) poderão responder por crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente, que preveem pena de até oito anos de reclusão. 

Comente

Negado STF nega recurso e Weintraub deve depor nesta quinta-feira (4) em inquérito sobre racismo

04/06/2020

Defesa do ministro alegava que, devido ao cargo que ocupa no governo federal, ele teria a prerrogativa de escolher a data e o horário da oitiva

Ministro da Educação Abraham Weintraub

Oministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou recurso apresentado pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, para adiar o depoimento que deverá prestar no inquérito sobre suposto crime de racismo contra chineses. A defesa do ministro alegava que, devido ao cargo que ocupa no governo federal, ele teria a prerrogativa de escolher a data e o horário da oitiva. O depoimento está agendado para esta quinta-feira (4), na Polícia Federal. 

Celso de Mello alegou, contudo, que a possibilidade prevista é válida somente para as vítimas e testemunhas. Weintraub figura no inquérito como investigado. O ministro do STF afirmou na decisão que, apesar de não poder escolher quando depor, o ministro poderá ficar em silêncio ou não responder às perguntas da PF. O decano também salientou que, por ser investigado, Weintraub não pode ser conduzido coercitivamente a depor. 

"Não assiste aos ministros de Estado, contudo, enquanto ostentarem a condição formal de suspeitos, de investigados, de indiciados ou de réus, o direito à observância, por parte da autoridade competente, da norma consubstanciada no art. 221 do CPP (Código Processual Penal, a norma citada é a que possibilita a escolha de data e horário para depoimento), que - reafirme-se - somente tem incidência na hipótese de referida autoridade haver sido arrolada como testemunha (ou, então, como vítima)", apontou Celso de Mello. 

O inquérito de racismo foi aberto em abril após Weintraub publicar um tweet em que insinuou que a China vai sair "fortalecida da crise causada pelo coronavírus", apoiada por seus "aliados no Brasil". O pedido de investigação partiu do vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros 

"Quem são os aliados no Brasil do plano infalível do Cebolinha (personagem criado por Maurício de Sousa) para dominar o mundo?", escreveu Weintraub na postagem que em seguida apagou. Na publicação, o ministro usa uma imagem dos personagens da Turma da Mônica ambientada na Muralha da China e, substituindo a letra "r" pela letra "l", faz referência ao modo de falar de Cebolinha, para insinuar que se trata dos chineses. 

Comente

Bandido mata dois homens a tiros em “casa de drinks” na Zona Sul de Natal; VEJA VÍDEO

04/06/2020

Crime aconteceu na noite desta quarta-feira (3), no conjunto San Vale

Criminoso realizou diversos disparos contra as vítimas

 

Dois homens foram mortos a tiros dentro de uma "casa de drinks" no conjunto San Vale, Zona Sul de Natal, na noite desta quarta-feira (3). Alysson Anderson de Alencar, de 32 anos, e Júlio César Sales de Nunes, de 24, foram abordados dentro do estabelecimento e não tiveram nenhum pertence levado pelo criminoso. 

De acordo com a Polícia Militar, o bandido realizou diversos disparos contra as vítimas. Júlio César ainda chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas não resistiu aos ferimentos na cabeça. Já Alysson Anderson, morreu no local. 

Em contato com o Agora RN, a PM afirmou que há a possibilidade do estabelecimento ser autuado por descumprir o decreto estadual de isolamento social, em que apenas serviços considerados essenciais podem manter o funcionamento. 

A polícia investiga o que poderia ter motivado os homicídios e faz buscas pelo assassino. 

Fonte Agora RN.

Comente

Fiscalizações das regras de isolamento no RN ficam mais rígidas a partir desta quinta (4)

04/06/2020

Novo decreto estadual ampliando prazo da quarentena terá maior apoio das forças policiais para o cumprimento das medidas que restringem a circulação de pess

Medida tem o objetivo de reduzir número de infecções pelo novo coronavírus no RN

OGoverno do Rio Grande do Norte inicia nesta quinta-feira (4) um modelo mais rígido de fiscalização para o cumprimento das normas de isolamento social e de restrição às atividades comerciais consideradas não essenciais. 

O novo decreto estadual com normas para o enfrentamento à pandemia do coronavírus foi editado nesta quarta-feira (3). A operação de fiscalização será composta por integrantes da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar. As forças estaduais de segurança vão atuar em conjunto com órgãos municipais, como a vigilância sanitária e a Guarda Municipal. 

A atividade começa na quinta-feira nas cidades de Parnamirim, Macaíba e São Gonçalo. Na sexta-feira (5), a vez é da cidade de Extremoz. O novo decreto permite que as autoridades públicas tomem providências cabíveis para a punição, cível, administrativa e criminal, bem como para a prisão, em flagrante, quando for o caso, de todos aqueles que descumprirem ou colaborarem para o descumprimento das medidas de isolamento social. 

Os infratores poderão responder criminalmente pelo ato de “furar” o isolamento. Isso porque o artigo 268 do Código Penal pune com multa e detenção aqueles que infringirem determinação do poder público destinada a impedir a introdução ou a propagação de doença contagiosa. 

“A operação visa preservar a vida, de quem está na rua sem necessidade e de quem está em casa. Vamos orientar e em caso de desobediência os infratores serão detidos e conduzidos à delegacia de polícia. Na orla marítima a fiscalização vai verificar ocorrência de aglomerações, permanência em barracas e práticas esportivas coletivas”, disse o secretário estadual de Segurança, coronel Francisco Araújo. 

A fiscalização é resultado do acordo firmado entre a gestão estadual e as prefeituras para ampliar o isolamento social. O objetivo é reduzir o contágio e as mortes. O secretário de Estado de Gestão de Projetos, Fernando Mineiro, disse que as medidas contam com a aprovação dos municípios participantes. 

“Vamos adotar ações fundamentais para que seja respeitado o isolamento e cumpridas as regras dos decretos, que são recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde. Quem tem a decisão nos territórios municipais são os prefeitos, por isso estamos unindo esforços”, informou. 

O secretário adjunto de saúde, Petrônio Spinelli, registrou a gravidade do momento e a necessidade de uma grande união com todos assumindo sua parcela de responsabilidade. “A pandemia cresce de forma grave no RN e no Brasil e não adianta só abrir leitos. É preciso reduzir o contágio e as internações”. 

Nesta quarta-feira (3), 594 pessoas estão internadas, 293 em leitos críticos, ou seja, ocupando leitos de UTI e semi-UTI. A taxa de isolamento é de apenas 41%. 

Na região Oeste, 100% dos 53 leitos críticos disponíveis para Covid estão ocupados. Em Natal e municípios da Grande Natal, dos 143 leitos, 97,5% estão ocupados. Em Pau dos Ferros a ocupação é de 100% dos cinco leitos disponíveis. No Seridó, dos 22 leitos, 45,5% estão ocupados. 

Os casos suspeitos são 19.659, confirmados 9.148, descartados 16.013. Os óbitos confirmados são 367 (sete ocorridos nas últimas 24 horas), os óbitos em investigação são 69. A fila de regulação para internação em leitos covid há um paciente com priorid  Agora RN.

Comente

OMS anuncia retomada de testes com hidroxicloroquina para covid-19

03/06/2020

Pesquisa que invalidou cloroquina não apresenta argumentos, afirma OMS

pandemia, coronavírus, covid-19, Hidroxicloroquina

Após a análise de um estudo publicado pela revista médico-científica The Lancet, Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), anunciou hoje (3) durante coletiva de imprensa que o grupo responsável retomará os protocolos com a cloroquina e sua variante mais recente, a hidroxicloroquina 

“Como vocês sabem, na última semana o Grupo Executivo dos Testes de Solidariedade [nome dado ao grupo de pesquisa que busca medicamentos eficazes contra o SARS-CoV-2] decidiu suspender o ramo de testes com hidroxicloroquina por preocupação no uso da droga. Essa foi uma decisão de precaução. Com base nos dados disponíveis, os membros recomendaram que não há razões para suspender o protocolo de testes”, afirmou Tedros. 

A suspensão durou 10 dias (o anúncio foi feito em 25 de maio). Os testes com a hidroxicloroquina serão retomados com 3.500 pacientes em 35 países, informou o diretor-geral. Vários especialistas do mundo inteiro já haviam se manifestado contra a metodologia de mineração de dados usada pela Surgisphere - empresa responsável por coletar números para o estudo. “A OMS está comprometida em acelerar o desenvolvimento de terapias eficazes, vacinas e diagnósticos [contra a covid-19]  como parte do nosso compromisso em servir o mundo com ciência, resolução de problemas e solidariedade”, complementou. 

Remessa 

A decisão vem logo em seguida ao anúncio da doação de 2 milhões de doses de hidroxicloroquina ao Brasil feita pelos Estados Unidos. O presidente americano, Donald Trump, também enviou respiradores mecânicos 

*Matéria atualizada em 03 de junho, às 15h25, para correção da data do anúncio da suspensão das pesquisas

Agencia Brasil.

Comente

Brasil inicia neste mês testes com vacina contra covid-19

03/06/2020

Imunizante está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford

.coronavírus, pandemia, Covid-19

O Brasil iniciará neste mês testes com a potencial vacina que está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, contra a covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus, informaram a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que participará do estudo, e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

A autorização para que os testes sejam realizados no país foi publicada pela Anvisa em edição extra do Diário Oficial da União na noite de terça-feira (2). Segundo a Unifesp, duas mil pessoas participarão dos testes, que serão feitos também com apoio do Ministério da Saúde. 

"O mais importante é realizar essa etapa do estudo agora, quando a curva epidemiológica ainda é ascendente e os resultados poderão ser mais assertivos", disse a coordenadora do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE), da Unifesp, Lily Yin Weckx, que é a investigadora principal do estudo, segundo comunicado da universidade. 

Para a etapa dos testes em São Paulo, serão selecionados 1 mil voluntários que estejam na linha de frente do combate à covid-19, pois estão mais expostos à doença. Os voluntários não podem ter entrado em contato com a covid-19. 

De acordo com a Unifesp, os testes, que serão financiados pela Fundação Lemann, contribuirão para o registro da vacina no Reino Unido, previsto para o final deste ano. O registro formal, entretanto, só ocorrerá após o fim dos estudos em todos os países participantes, disse a universidade. 

Segundo a Anvisa, o pedido para realização dos testes foi feito junto à agência reguladora pela empresa AstraZeneca do Brasil, controlada pelo conglomerado farmacêutico AstraZeneca, e busca "determinar a segurança, eficácia e imunogenicidade da vacina". 

"Os estudos iniciais não clínicos em animais e os estudos clínicos de fase 1 em humanos para avaliar a segurança da vacina foram realizados na Inglaterra e os resultados demonstraram que o perfil de segurança da vacina foi aceitável", disse a Anvisa. 

Com as epidemias de covid-19 no Reino Unido, na Europa continental e nos Estados Unidos caindo do pico e as taxas de transmissão do coronavírus em queda nesses lugares, uma importante tarefa para os cientistas tem sido buscar locais com surtos ativos da doença e buscar voluntários em países onde a doença ainda está em alta. Agencia Brasil.

Comente

Em dois meses, 107 milhões de pessoas pediram auxílio emergencial

03/06/2020

Cerca de 100 mil se cadastraram de ontem para hoje

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, fala à imprensa no Palácio do Planalto,sobre o o pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial

Em quase dois meses depois de cadastramento, 107 milhões de pessoas pediram o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), revelou hoje (3) o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. Apenas nas últimas 24 horas, 100 mil pessoas se cadastraram para receberem o benefício. 

O número de pessoas com o pedido do auxílio emergencial em análise subiu de 11 milhões ontem (2) para 11,1 milhões hoje (3). Desse total, 5,8 milhões de cadastros estão em primeira análise e 5,3 milhões em segunda ou terceira análise, quando o cadastro foi considerado inconsistente e a Caixa permitiu a contestação da resposta ou a correção de informações. 

Dos 107 milhões de pedidos, 59 milhões tiveram o benefício aprovado e 42,2 milhões foram considerados inelegíveis, quando o cidadão não cumpre os requisitos estabelecidos pela lei que criou o benefício. O auxílio emergencial pode ser pedido desde 7 de abril pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial. 

Na sexta-feira (29), o banco terminou de pagar a segunda parcela aos beneficiários. Segundo o balanço acumulado, a Caixa desembolsou, até agora, R$ 76,6 bilhões, somadas ambas as parcelas. No total, 58,6 milhões de pessoas receberam alguma parcela do benefício desde que o programa foi criado, em abril, para ajudar as pessoas a enfrentar os impactos da crise causada pela pandemia da covid-19. 

Considerando apenas a segunda parcela, 19,50 milhões de brasileiros receberam R$ 35,5 bilhões. Do total pago até agora, R$ 30,3 bilhões foram para beneficiários do Bolsa Família, R$ 14 bilhões para aqueles inscritos no Cadastro Único para os Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e R$ 32,3 bilhões para trabalhadores informais que se cadastraram pelo site ou pelo aplicativo. 

O pagamento da segunda parcela acabou na sexta-feira (29). De sábado (30) até o próximo dia 13, os beneficiários estão sacando o dinheiro do lote, conforme um cronograma baseado no mês de aniversário. Hoje (2), cerca de 2,6 milhões de pessoas nascidas em abril foram às agências da Caixa retirar o auxílio. Agencia Brasil.

Comente

Homem é assassinado enquanto almoçava em restaurante na Zona Oeste de Natal

03/06/2020

Crime aconteceu nesta quarta-feira (3), no bairro Nossa Senhora de Nazaré.

InterTV Cabugi

Homem foi assassinado enquanto almoçava em restaurante na Zona Oeste de Natal — Foto: Ayrton Freire/InterTV Cabugi

Homem foi assassinado enquanto almoçava em restaurante na Zona Oeste de Natal — Foto: Ayrton Freire/InterTV Cabugi

Um homem foi assassinado a tiros enquanto almoçava na calçada de um restaurante na Zona Oeste de Natal nesta quarta-feira (3). Josenildo Andrade Silva tinha 45 anos e era vendedor de carros. 

De acordo com a polícia, ele estava em uma mesa de um restaurante do bairro Nossa Senhora de Nazaré, na calçada, quando foi surpreendido pelos assassinos. Os dois homens se aproximaram em uma moto e atiraram contra a vítima. 

Josenildo Silva morreu no local. O socorro foi acionado, mas não chegou a tempo. Um homem que também estava no restaurante foi atingido por um tiro no pé, contudo não se feriu gravemente. 

Comente

Bombeiros encontram cobra com mais de 1 metro em máquina de lavar na Grande Natal

03/06/2020

Cobra é da espécie corre-campo, segundo corporação. Animal foi solto em uma área de mata após o resgate.

Por G1 RN

Cobra encontrada em casa em Nova Parnamirim — Foto: Divulgação

Cobra encontrada em casa em Nova Parnamirim — Foto: Divulgação

Bombeiros militares retiraram na tarde desta quarta-feira (3) uma cobra de dentro de uma máquina de lavar em uma residência no bairro de Nova Parnamirim, em Parnamirim. O animal era da espécie corre-campo. 

De acordo com o Corpo de Bombeiro, a moradora da casa, que fica no Loteamento Caminho do Sol, relatou que a cobra estava no telhado e percebeu quando o animal caiu na área de serviço e, em seguida, foi até a máquina de lavar, onde ficou até a chegada da guarnição. 

A cobra tinha mais de um metro de comprimento, de acordo com os bombeiros. Ninguém ficou ferido na ação. Depois de resgatado, o animal foi solto em uma área de mata na estrada de Pium, em Parnamirim. 

A orientação do Corpo de Bombeiros é para que a população não capture animais silvestres por conta própria. Caso se depare com uma situação semelhante, o recomendável é acionar o Corpo de Bombeiros através do telefone 193. 

Bombeiros fizeram resgate da cobra em residência e a soltaram em área de mata na sequência — Foto: Divulgação

Bombeiros fizeram resgate da cobra em residência e a soltaram em área de mata na sequência — Foto: Divulgação

 

 

Comente

Padeiro encontra contas de água e luz enroladas em dinheiro na rua, paga e avisa à dona no RN

03/06/2020

Empregada doméstica Maria de Fátima havia pedido para a filha pagar os boletos, mas ela perdeu os recibos e a quantia no caminho para a lotérica.

InterTV Cabugi e G1 RN

Pedreiro encontrou boletos junto com dinheiro e pagou as contas em Caicó RN — Foto: Cedida

Pedreiro encontrou boletos junto com dinheiro e pagou as contas em Caicó RN — Foto: Cedida

O padeiro Beto Augustinho Alves encontrou R$ 200 reais na rua, junto com uma conta de água e outra de luz, quando ia de moto para casa em Caicó, Seridó potiguar. Ele pagou os dois boletos e procurou a pessoa que havia perdido o dinheiro e as contas, para informar do pagamento. 

Os dois boletos pertenciam à empregada doméstica Maria de Fátima Gomes de Araújo. Dona Fátima havia pedido à filha que pagasse as contas, porém, no meio do caminho para a lotérica, ela deixou cair os R$ 200 e os recibos. 

Beto contou que passava de moto próximo à ponte nova, no bairro Acampamento, quando viu no chão notas de R$ 20. Eram cinco cédulas. Mais adiante achou os boletos e uma nota de R$ 100. “Percebi que era o dinheiro para pagar aquelas contas”, relatou. 

Isso aconteceu na segunda-feira (3). Quando chegou em casa, ele pediu à companheira que pagasse os dois recibos e enviasse os comprovantes para grupos no WhatsApp, para tentar encontrar a pessoa que havia perdido as contas. Foi aí que a informação chegou a Dona Fátima. 

A empregada doméstica entrou em contato com a filha, que já havia providenciado mais dinheiro para quitar as contas de água e luz. Dona Fátima é a única fonte de renda de casa. Desde o início da pandemia, o marido dela, que é vendedor ambulante, está sem trabalho.  

Comente

RN tem 26 mortes por Covid-19 e 916 novos casos da doença em 24h

03/06/2020

Dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) nesta quarta-feira (3).

Por G1 RN

RN tem 26 mortes por Covid-19 e 916 novos casos da doença em 24h — Foto: Divulgação/Prefeitura de Jundiaí

O Rio Grande do Norte registrou mais 26 mortes e 916 casos confirmados do novo coronavírus em 24h, segundo o boletim da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) desta quarta-feira (3). 

Com os números do novo boletim, o estado tem 9.149 casos confirmados de Covid-19 e 367 óbitos registrados pela doença. Outras 69 mortes estão em investigação para saber se ocorreram ou não pelo coronavírus. 

No terça-feira (2), o Rio Grande do Norte tinha 341 mortes e 8.233 casos da doença confirmados. Segundo a Sesap, o RN tem ainda 19.659 casos suspeitos de coronavírus. 

No total, 1.824 pessoas estão recuperadas da doença em todo o estado. Ao todo, 25.130 exames pada diagnosticar o vírus foram realizados no estado potiguar. 

Situação do coronavírus no RN 

  • 367 mortes 

  • 9.149 casos confirmados 

  • 19.659 suspeitos 

  • 16.013 descartados 

  • 1.824 recuperados 

 

A Secretaria afirma no boletim que, atualmente, 515 pacientes estão internados com a doença no Rio Grande do Norte. Destes, 312 estão na rede pública de saúde e 203 nas unidades privadas. A Secretaria de Saúde revela que os leitos de UTI estão 89% ocupados na rede pública e 88,5% nos hospitais particulares. 

Comente

Presidente veta repasse de R$ 8,6 bilhões para combate ao coronavírus

03/06/2020

Projeto aprovado pelo Congresso Nacional previa a extinção do Fundo de Reserva Monetária, mantido pelo Banco Central

 

Presidente Jair Bolsonaro

Opresidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou com vetos a lei que poderia liberar R$ 8,6 bilhões para estados usarem no combate à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O projeto original aprovado pelo Congresso Nacional previa a extinção do Fundo de Reserva Monetária, mantido pelo Banco Central, e a destinação dos recursos seria para o enfrentamento da pandemia. 

Contudo, Bolsonaro vetou todos os dispositivos que vinculavam o uso do dinheiro à batalha contra o coronavírus. A Lei 14.007 foi publicada na edição desta quarta-feira (3) do Diário Oficial da União (DOU). 

De acordo com o texto, os títulos que compõem as reservas monetárias serão cancelados pelo Tesouro Nacional. Os valores relativos a saldos residuais de contratos habitacionais vinculados ao Fundo de Reserva Monetária serão extintos pela Caixa Econômica Federal. 

Bolsonaro vetou o dispositivo que determinava que os recursos do fundo seriam transferidos para a conta única da União e destinados integralmente a estados, Distrito Federal e municípios “para a aquisição de materiais de prevenção à propagação da Covid-19”. 

O presidente barrou o ponto que determinava que só poderiam receber os recursos para aquisição de materiais os estados e municípios que observassem protocolos de atendimento e demais regras estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Justificativas 

Bolsonaro argumentou, nas razões dos vetos enviadas ao Congresso Nacional, que ao alterar a destinação final dos recursos por meio de emenda parlamentar, o projeto de lei de conversão “inova e veicula matéria diversa do ato original, em violação aos princípios da reserva legal e do poder geral de emenda”. 

“Ademais, o projeto cria despesa obrigatória ao Poder Público, ausente ainda o demonstrativo do respectivo impacto orçamentário e financeiro no exercício corrente e nos dois subsequentes”, escreveu o presidente. 

*Com informações do Metrópoles 

 

Comente

Fátima Bezerra envia à Assembleia Projeto de Lei que antecipa feriados estaduais

03/06/2020

Lei permitirá a antecipação de feriados estaduais, como por exemplo o dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, comemorado dia 3 de outubro

Projeto tem caráter de urgência na tramitação, já que lei será uma ferramenta para o cumprimento do isolamento social

A Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) publicou nesta quarta-feira (3) no Diário Oficial do Estado, uma portaria que permite a comunicação dos internos do sistema prisional com os parentes através da "televisita" ou videoconferência. Desde o dia 13 de março, o sistema prisional está isolado como medida prevenção à transmissão do novo coronavírus, sem acesso de visitantes, advogados e defensores públicos. 

Segundo a Seap, as visitas virtuais têm o objetivo de "distensionar" o sistema prisional, por causa do longo tempo em que os presos não vêem nenhum familiar. Conforme a portaria, as televisitas serão permanentes nas unidades prisionais, mesmo após a pandemia do Covid-19, e poderão ser agendadas por familiares devidamente cadastrados. Cada preso terá o direito de uma visita virtual por mês, com duração de 10 minutos. 

No início de maio, a administração penitenciária já havia liberado o atendimento virtual para advogados. A ferramenta também deverá ser usada no sistema mesmo após a pandemia. 

Conforme a portaria, o vistante deverá solicitar cadastro através do e-mail visita.seap@rn.gov.br, juntando cópia do RG, CPF, comprovante de residência, certidão de casamento ou escritura de união estável, conforme o caso. No caso de filhos, deverá enviar cópia do RG ou certidão de nascimento. O solicitante deverá informar e-mail e telefone para contato. 

Se o solicitante não tiver feito visitas presenciais, ou estiver com cadastro sem atualização há mais de 12 meses, serão exigidas certidão negativa de antecedentes criminais da Justiça Federal, certidão negativa de antecedentes criminais do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, bem como fotografia de rosto com fundo branco. 

Após ser cadastrado, o visitante receberá o login e senha para acesso ao sistema de televisitas, que estará disponível através do site da Seap. No local, o visitante vai consultar datas e horários disponíveis para a visita virtual. Com o agendamento feito, a direção da Unidade Prisional deverá encaminhar para o e-mail do visitante, com no mínimo dois dias úteis de antecedência, um link para que seja acessado no dia e hora marcados. 

"A televisita é personalíssima, não sendo autorizada sua realização por pessoa diferente da que a agendou", informa a portaria. 

Para a realização da televisita, será responsabilidade do visitante ter a estrutura mínima de informática, bem como acesso à internet. "Fica vedada a gravação de áudio e imagem da videoconferência, por qualquer visitante, sob pena de responsabilização penal e administrativa, além da perda do direito de realizar outras visitas virtuais", diz a norma.  Agora RN.

Comente

Presos do RN podem receber 'televisita' dos parentes durante pandemia do coronavírus

03/06/2020

Visitas virtuais podem ser feitas uma vez por mês com duração máxima de 10 minutos, segundo portaria publicada nesta quarta (3) no Diário Oficial.

Por G1 RN

Atendimento de advogados aos presos do RN, através de videoconferência já tinha sido autorizado no início de maio.  — Foto: Seap/Divulgação

Atendimento de advogados aos presos do RN, através de videoconferência já tinha sido autorizado no início de maio. — Foto: Seap/Divulgação

A Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) publicou nesta quarta-feira (3) no Diário Oficial do Estado, uma portaria que permite a comunicação dos internos do sistema prisional com os parentes através da "televisita" ou videoconferência. Desde o dia 13 de março, o sistema prisional está isolado como medida prevenção à transmissão do novo coronavírus, sem acesso de visitantes, advogados e defensores públicos. 

Segundo a Seap, as visitas virtuais têm o objetivo de "distensionar" o sistema prisional, por causa do longo tempo em que os presos não vêem nenhum familiar. Conforme a portaria, as televisitas serão permanentes nas unidades prisionais, mesmo após a pandemia do Covid-19, e poderão ser agendadas por familiares devidamente cadastrados. Cada preso terá o direito de uma visita virtual por mês, com duração de 10 minutos. 

No início de maio, a administração penitenciária já havia liberado o atendimento virtual para advogados. A ferramenta também deverá ser usada no sistema mesmo após a pandemia. 

Conforme a portaria, o vistante deverá solicitar cadastro através do e-mail visita.seap@rn.gov.br, juntando cópia do RG, CPF, comprovante de residência, certidão de casamento ou escritura de união estável, conforme o caso. No caso de filhos, deverá enviar cópia do RG ou certidão de nascimento. O solicitante deverá informar e-mail e telefone para contato. 

Se o solicitante não tiver feito visitas presenciais, ou estiver com cadastro sem atualização há mais de 12 meses, serão exigidas certidão negativa de antecedentes criminais da Justiça Federal, certidão negativa de antecedentes criminais do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, bem como fotografia de rosto com fundo branco. 

Após ser cadastrado, o visitante receberá o login e senha para acesso ao sistema de televisitas, que estará disponível através do site da Seap. No local, o visitante vai consultar datas e horários disponíveis para a visita virtual. Com o agendamento feito, a direção da Unidade Prisional deverá encaminhar para o e-mail do visitante, com no mínimo dois dias úteis de antecedência, um link para que seja acessado no dia e hora marcados. 

"A televisita é personalíssima, não sendo autorizada sua realização por pessoa diferente da que a agendou", informa a portaria. 

Para a realização da televisita, será responsabilidade do visitante ter a estrutura mínima de informática, bem como acesso à internet. "Fica vedada a gravação de áudio e imagem da videoconferência, por qualquer visitante, sob pena de responsabilização penal e administrativa, além da perda do direito de realizar outras visitas virtuais", diz a norma. 

Comente

Após tentar leito em duas UPAs, idosa de 97 anos com suspeita de Covid-19 passa noite em cadeira em unidade de Natal

03/06/2020

Com demanda da Covid-19, unidades de pronto atendimento estão operando no limite da capacidade. Família de Dona Paula tenta trazê-la de volta para casa.

G1 RN e Inter TV Cabugi

Dona Paula segue "internada" em uma poltrona — Foto: Cedida pela família

Dona Paula segue "internada" em uma poltrona — Foto: Cedida pela família

Uma idosa de 97 anos aguarda um leito de internação sentada em uma poltrona desde a tarde de terça-feira (2) em Natal. Com 42 graus de febre, falta de ar e dores no corpo - sintomas da Covid-19 - a família de Paula Morais acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) às 11h de terça. 

A ambulância ficou parada na frente da casa de Dona Paula por cerca de duas horas porque os socorristas não tinham para onde levá-la. Com os atendimentos relacionados ao novo coronavírus, as Unidades de Pronto Atendimento em Natal estão operando no limite. Na cidade vizinha de Parnamirim, uma pessoa aguardou atendimento deitada na calçada da UPA Nova Esperança. 

Mesmo assim, a ambulância da Samu saiu em direção à UPA de Cidade da Esperança. Ao chegar na unidade, familiares e socorristas confirmaram o que já era esperado: não havia vagas. Inclusive, outra idosa já aguardava leito de internação na UPA antes da chegada de Dona Paula. A idosa de 97 anos foi colocada em outra ambulância e levada para a UPA Pajuçara, que fica no outro lado da cidade, na Zona Norte de Natal. 

Dona Paula está em sala com pouca ventilação — Foto: Cedida pela família

Dona Paula está em sala com pouca ventilação — Foto: Cedida pela família

"Ela não conseguiu dormir. Imagina uma pessoa de 97 anos nessa situação, sem o mínimo de dignidade. A agulha do soro ficava saindo porque ela se mexia demais, justamente por estar sentada. Tentamos colocar ela em uma cadeira de rodas, mas ela cortou a perna e a unidade não tinha material para fazer curativo", conta Raíssa Andrade. 

Sem conseguir tratamento adequado, a família de Dona Paula Morais tenta trazê-la de volta para casa. Eles tentam contratar uma ambulância particular, mas os veículos estão retidos com pacientes nas unidades de saúde. 

 

Raíssa conta que tenta ainda reunir recursos para comprar um cilindro de oxigênio, oxímetro e contratar os serviços de um técnico de enfermagem para manter a avó internada em casa. "O retorno dela para casa depende disso. É preciso o mínimo de dignidade, ela não pode ficar lá na UPA naquela situação", acrescenta. 

 

Comente

Bolsonaro diz que pode liberar mais parcelas do auxílio emergencial

03/06/2020

Sancionado em 1º de abril, benefício tinha duração inicial prevista de três meses. Presidente não informou se o valor continuaria em R$ 600, caso ajuda se

Bolsonaro também disse que espera que governadores adotem medidas que permitam que a população volte a trabalhar

Opresidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta terça-feira (2) que pode liberar mais três parcelas do auxílio emergencial, criado em razão da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. 

Bolsonaro também disse que espera que governadores adotem medidas que permitam que a população volte a trabalhar. 

"Temos mais uma parcela de R$ 600,00, depois mais duas acertadas com o Paulo Guedes. Falta definir aí o montante. E vamos esperar que até lá os outros governadores entendam o que seja melhor pro seu estado e adotem medidas pra voltar aí o povo a trabalhar", disse Bolsonaro ao falar com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. 

Desde o início da pandemia, Bolsonaro tem dado declarações contra o isolamento horizontal. Ele defende a abertura de comércios e que apenas pessoas do grupo de risco e idosos fiquem em quarentena. 

"Os problemas estão se avolumando. O pessoal informal, eu já falei pra vocês, 38 mi de pessoas, eles perderam quase tudo. Ninguém vende mais biscoito Globo na praia do Rio. Nem vende mate na arquibancada do estádio de futebol e nem no churrasquinho de gato na praça. Isso é atividade de cada um. Essas pessoas estão em casa graças ao auxílio, que é de todo mundo, é dinheiro de todo povo. R$ 600 pra eles se não o desespero teria batido neles e problemas outros poderiam ter tido", disse Bolsonaro. 

Pouco antes destas declarações, entretanto, mas na mesma conversa com apoiadores, o presidente havia dito que os valores das próximas parcelas podem ser menores. Bolsonaro não deu detalhes de como isso aconteceria. 

"Você pode ver, nós gastamos... Nós não, o Brasil já gastou quase R$ 700 mi com a pandemia. Muita coisa foi feita. Esse próprio auxílio emergencial de 600 que tá quase certo a quarta e a quinta parcela, de valores menores um pouco, que tá sendo ajustado pelo ministério da Economia, ajudou a evitar problemas sociais", afirmou Bolsonaro. 

O benefício do auxílio emergencial foi sancionado pelo presidente no dia 1º de abril. Na época, Bolsonaro afirmou que o montante de R$ 600,00 seria pago por três meses em razão da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. 

O governo definiu que o benefício duraria três meses ou até o fim da emergência do coronavírus no país. A validade do auxílio pode ser prorrogada de acordo com a necessidade. 

Tem direito ao benefício trabalhadores informais; desempregados; MEIs e contribuintes individuais do INSS; maiores de idade e que cumpram requisitos de renda média. A mulher que for mãe e chefe de família pode receber R$ 1,2 mil por mês. 

Comente

Senado aprova suspender reajuste de remédios e planos de saúde

03/06/2020

Validada com 71 votos favoráveis e 2 contrários, a proposta segue agora para a análise da Câmara dos Deputados

Novos valores começariam a valer em 1º de abril

Oajuste anual de preços de medicamentos e de planos e seguros privados de saúde pode ser suspenso durante a pandemia de coronavírus. O Senado aprovou nesta terça-feira (2), com 71 votos a favor e 2 contrários, o PL 1.542/2020, do senador Eduardo Braga (MDB-AM). A proposta segue para a Câmara dos Deputados. 

O autor destacou que, em 31 de março, o Poder Executivo enviou ao Congresso uma medida provisória (MP 933/2020) suspendendo por 60 dias o reajuste de preços dos medicamentos para 2020. 

Os novos valores começariam a valer em 1º de abril e ficariam suspensos, portanto, até 1º de junho. Segundo o senador, é imprescindível aumentar o período da suspensão dos reajustes e estendê-la aos planos e seguros privados de assistência à saúde.  

Eduardo Braga afirma na justificativa que é importante evitar aumento de preços em um momento que os efeitos econômicos causados pela crise do coronavírus têm provocado uma perda significativa da renda das famílias pela necessidade de isolamento social, que faz com que os cidadãos percam seus empregos ou tenham seus salários reduzidos. 

Ajuste anual 

O ajuste anual de preços de medicamentos está previsto na Lei 10.742, de 2003, e o dos planos e seguros privados de saúde, na Lei 9.656, de 1998. 

O texto aprovado em Plenário foi o substitutivo do senador Confúcio Moura (MDB-RO), que altera a Lei 13.979, de 2020, norma com as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública pela pandemia do novo coronavírus. Ele analisou 46 sugestões de emendas de senadores. 

A proposta do relator suspende os reajustes dos planos privados de assistência à saúde de quaisquer modalidades e formas de contratação, inclusive por mudança de faixa etária, por 120 dias. Após o término do prazo, poderão ser adotadas medidas adicionais, voltadas para a preservação do equilíbrio econômico-financeiro dos contratos. 

Inflação 

Já o ajuste anual de preços de medicamentos para 2020 fica suspenso por 60 dias após o término da suspensão prevista na MP 933/2020, período que não será contabilizado para ajuste futuro. A lei entrará em vigor na data de sua publicação. 

Comente